O Mundo das Ideias Corporativas

Gestao, Marketing, Tecnologia, Web 2.0 e Redes Sociais

BOLHA BRASILEIRA EM 4 RODAS. Uma visão sobre o mercado de autos no Brasil.

Este mercado no Brasil se tornou uma bolha. Se analisarmos o formato de compra e venda e o perfil de quem participa nos últimos 6 anos, podemos constatar que grandes modificações ocorrerão num espaço curto de tempo .  Está claro que o consumidor brasileiro ainda vê o veículo como um ativo que sofre pouca depreciação ou investimento, dada as modalidades e custo de financiamento que variam entre 36 a 82 meses e entre 1,12% a 2,14% ao mês. A combinação de tempo de financiamento e custo transforma o carro brasileiro no ativo mais caro do mundo.

O consumidor brasileiro pensa no curto prazo, avaliando somente o custo e impacto mensal na sua remuneração. Vamos dar um exemplo claro desta equação:

  1. Minha remuneração mensal atual é de R$ 2.500,00. Resolvi adquirir um veículo usado no valor de R$ 19.000,00 (veículo ano 2007), financiando o carro em 60 meses. O valor da parcela será de R$ 600,78, pagando juros pré-fixados de 2,40% a.m.. O custo efetivo será de R$ 36.047,05. Neste momento comprometi 24% da minha renda mensal.

Agora iremos calcular os custos diretos do veículo: Impostos+Combustível+Seguro particular, chamaremos de CDICS (Custos Diretos de Impostos, Combustível e Seguro):

I =  R$ 900,00 (anual)

C = R$ 2.400,00 (anual)

S = R$ 1.200,00 (Anual)

CDICS = R$ 4.500,00 anual ou R$ 375,00 mensal

A bolha no mercado de automóveis no Brasil

Para facilitar o cálculo apresentaremos o custo em base mensal que é de R$ 975,78 (prestação do carro + CDICS) e no fim de 60 meses de R$ 58.546,80. Após 5 anos o consumidor pagará, no mínimo, 3 vezes o valor do carro. Complemento minha análise comentando, que um carro ano 2007, adquirido em 2011, já esta totalmente depreciado e quando você vende-lo em 2016 não existirá valor residual para a venda.

Não existe investimento no mundo que entregue esta remuneração ou prêmio. Agora vêem a grande pergunta: Devo comprar o carro nestas condições ou continuar a andar a pé?

A resposta é de que você pelo menos deve dar uma entrada de 50% para o pagamento do veículo e financiar o restante em no máximo em 24 meses. Não se endivide para os próximos 5 anos, um passo em falso e você entrará na bolha.

Rodrigo Milano

=======================================

Rodrigo Milano é contador e economista formado pela USP.

Anúncios

20/09/2011 - Posted by | Idéias | , , , , , , ,

2 comentários »

  1. Que orgulho!!! Meu marido dando entrevistas!!!!

    Comentar por Ariane Machado Oliveira | 20/09/2011 | Responder

    • Eu também fico feliz de ver inteligencias brilhantes em familiares.Parabéns Rodrigo!
      muito êxito na carreira.

      Comentar por Elza alves | 03/10/2011 | Responder


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: