O Mundo das Ideias Corporativas

Gestao, Marketing, Tecnologia, Web 2.0 e Redes Sociais

O site METAMORFICO

Em uma recente série de artigos que escrevi, descrevi todos os passos e ferramentas que você poderia (e deveria) utilizar em seu futuro plano de Marketing na Web 2.0 (veja aqui o primeiro artigo da série). Um dos artigos falava sobre como deveria ser concebido um site com o conteúdo voltado aos seus consumidores. Bem, parece que agora temos uma nova espécie de ferramenta que promete revolucionar o relacionamento com seus clientes. Promete ainda, alavancar em até 20% o volume de vendas por e-commerce.

De uma forma geral há dois tipos de pessoas que acessam sites: as de perfil analítico e as de perfil holístico. As primeiras são mais criteriosas com as informações, gostam de detalhes e instruções. Já as segundas gostam de simplicidade, preferem imagens e são mais impulsivas.

O desafio está em ter um mesmo website que atenda customizadamente estes dois perfis antagônicos de persona.

Site com perfil "Analítico"

A nova tecnologia empregada em websites que entendam cognitivamente o perfil do usuário é denominada morphing. Até agora o morphing era aplicado a imagens e gráficos, mas a possibilidade de metamorfosear automaticamente também a estrutura geral de um site promete ser um divisor de águas.

Site com perfil "Holístico"

É o caminho da evolução para a Web 3.0! (leia mais neste artigo)

A nova tecnologia propõe que os websites se adaptem ao perfil do internauta em tempo real. Se o perfil do cliente assim o desejar, ao entrar numa determinada página, informações técnicas sobre os produtos, avaliações de outros consumidores (ratings), opiniões deixadas, conteúdos customizados, detalhes de experimentações, vídeos ilustrativos, por exemplo, podem ou não estar disponibilizados na página.

Para se determinar o perfil do consumidor, o website necessita de estar desenvolvido com um sistema de aprendizagem Bayesiano. A inferência bayesiana é um tipo de inferência estatística que descreve as incertezas sobre quantidades invisíveis de forma probabilística. Tais incertezas são modificadas periodicamente após observações de novos dados ou resultados, ou se você preferir, novos cliques.

Combina-se a esse sistema Bayesiano outro sistema denominado Cadeia Markoviana. Também chamada de memória markoviana, que nos diz que estados anteriores são irrelevantes para a predição dos estados seguintes, desde que o estado atual seja conhecido.

Assim, combinando os dois métodos, Bayesiano e Markoviano, você consegue uma boa definição do perfil do consumidor.

Meio complexo, né? Também acho.

O fato é que sites assim já se encontram em atividade. A empresa BT Group (do grupo inglês British Telecom), por exemplo, operadora inglesa de banda larga de internet, já utiliza o sistema morphing.

Estudos preliminares apontam que as vendas de planos de internet banda larga, para a empresa, aumentaram em 21%. Os estudos do MIT apontam que quando o método cognitivo é observável, a intenção de consumo inferida aumenta em 20% nos consumidores.

O uso de sites metamórficos ainda não ocorre em grande escala, encontra-se em escala experimental. Os resultados são animadores, vide o exemplo da operadora BT Group.

O que se podemos tirar a partir desse novo passo tecnológico é que estamos avançando rumo a um novo modelo de internet. Um modelo em que a internet entenderá aquilo que realmente queremos dela. E, ao que tudo indica, aquelas cenas dos filmes de Ficção Científica, em que pessoas conversam com computadores, não será mais ficção, será real.

Abraços!

======================================================================

Mais informações sobre a teoria em torno dos Sites Metamórficos, confira neste estudo do MIT:
http://www.mit.edu/~hauser/Papers/Hauser_Urban_Liberali_Braun_Website_Morphing_May_2008.pdf
Anúncios

30/04/2010 - Posted by | Tecnologia | , , , , ,

2 comentários »

  1. Daniel, gostei do assunto postado e me assusta um pouco tudo isso… O site metamórfico buscaria atender os gostos ou necessidades dos usuários, ou seja seria mais viral, mais direto, mas no fundo será comandado pelo webdesigner que defende os interesses da empresa. Coitados de nós!…
    -Profex

    Comentar por Expedito(profex) | 23/07/2010 | Responder

    • Profex,

      acredito que o site metamórfico procure atender aos objetivos diretos de navegação do usuário.

      Se fizermos uma analogia: ele servirá como um ‘atalho’ para as pessoas.

      Praqueles que gostam de muitas informações, muitas informações. Praqueles que gostam de resolver as coisas com o mínimo de cliques, o mínimo de cliques.

      Acredito que esse conceito de programação de website trasncenda em muito o simples trabalho do webdesigner.

      Grande abraço.

      Comentar por Danigalvao | 02/09/2010 | Responder


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: