O Mundo das Ideias Corporativas

Gestao, Marketing, Tecnologia, Web 2.0 e Redes Sociais

A GESTÃO DO FUTURO – PARTE 2 – A ‘DESLOCALIZAÇÃO’

No setor de serviços é intensivo o uso de sistemas de informação, que podem ser controlados a distância. De modo que eles podem ser “deslocalizados”, em vez de serem centralizadores – e ordenadores – do processo de produção.

A infraestrutura digital disponível em larga escala quase que no mundo inteiro nos permite discutir de forma muito mais séria como reordenar o trabalho e as cidades que foram montadas nos últimos 150 anos.  Isto por que o custo de movimentação de uma pessoa ao trabalho é altíssimo, tanto em valores absolutos (tarifas de ônibus, estacionamento, combustível), quanto em valores de tempo.

O trabalhar em casa (em home office), soa como uma alternativa, mas há pessoas que não rendem o máximo de seus potenciais atrapalhados por animais de estimação, cheiro de comida, musica alta do vizinho… Tal processo é vantajoso economicamente para a empresa, uma vez que economiza com os custos de locomoção, energia, aluguel de escritório, que ficam todos por conta do funcionário. Mas aparentemente, essa idéia já saiu de moda.

Hoje a discussão é em torno da deslocalização da empresa. Ou seja, se antes uma massa de 6mil funcionários dirigia-se para o mesmo lugar, agora, o que se discute é adoção de 12 centros de trabalho, ou work centers, com capacidade para 500 pessoas, espalhados pela cidade. Próximos dos locais de residência desses trabalhadores. Elimina-se aí as distrações com o que acontece em casa e na vizinhança e ganha-se um centro de trabalho mais ‘enxuto’, com menos pessoas.

Porém, faz-se necessário que autoridades e governos incentivem e ponham em prática esse projeto. Veja o exemplo de Londres nos anos 1980, era um cluster inviável como a São Paulo de hoje. Até que a prefeitura começou a cobrar pedágios de veículos privados na região central e priorizou o transporte público, fora a sede das grandes empresas que se transferiram para a periferia da cidade. Indo para a periferia, as empresas dividiam-se em várias unidades, não mais em um lugar único.

Mesmo trabalhando em diferentes work centers de uma empresa, funcionários ainda assim conseguirão fazer reuniões usando da tecnologia atual. As redes sociais, o VoIP e TVIP, além de MSN e demais ferramentas de videoconferência estão aí para substituir essa demanda presencial de empresas.

Veja o exemplo do EAD (Ensino A Distancia) que as instituições de Ensino vêm adotando sistematicamente. Não interessa mais onde o estudante reside, com acesso à rede web e recursos de áudio e vídeo, ele não perde mais o conteúdo de suas aulas. Sem nem precisar mais sair de casa. Até se disporem de um aparelho de celular de médio porte conseguem acompanhar suas tele-aulas! As instituições de ensino ampliam suas fontes de recursos, sem precisar expandir seus prédios, apenas investindo mais em tecnologia; e o Conhecimento, continua sendo disseminado.

As implicações da deslocalização agirão diretamente sobre o modo de vida da população, bem como, sobre a essência do trabalho.

Acompanhe no próximo artigo!

—————————————————————————————————————————————————

Esta série de artigos é baseada em entrevista concedida por SILVIO MEIRA à revista HSM Management de Março/Abril 2010. Silvio Meira é professor da Universidade Federal de Pernambuco, fundador do C.E.S.A.R., centro de pesquisas que é referencia internacional de TI, e do também recifense PORTO DIGITAL, considerado o Vale do Silício brasileiro.
Anúncios

15/04/2010 - Posted by | Gestão, Ideias Corporativas | , , , , , , , , , , ,

Ainda sem comentários.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: